Home office durante a madrugada

Um registro improvável de uma madrugada produtiva

São 4h18 enquanto escrevo este primeiro parágrafo. Está escuro e silencioso. Em dias normais, meu despertador tocaria daqui a pouco. Fui dormir cedo mas perdi o sono por volta das 2h. Depois de relutar um pouco, achei melhor direcionar toda a minha energia desperta pra fazer algo útil.

Isso geralmente não acontece comigo. Sou uma pessoa da manhã, prefiro acordar cedo (não que seja fácil; e definitivamente não aos fins de semana). Gosto de sentir o ar puro do dia, tomar meu café, fazer a manhã render. Mas hoje aconteceu de perder o sono, justo após uma semana cansativa, dormindo menos horas que o normal. Paciência. Parece que às vezes quanto mais cansados estamos, mais difícil fica descansar, não é?

Depois de ler e estudar um pouco, fiquei com vontade de escrever. Faço aqui então um registro dessa minha madrugada improvável. Espero, depois de publicar, dar de cara com meu sono que estava perdido por aí.

Sobre mentoria de carreira

Na tentativa de fazer o sono voltar logo, peguei o livro “Faça Acontecer”, da Sheryl Sandberg, que estava ao alcance da mão no criado-mudo. Consegui ler por mais de meia hora sem acordar meu marido! Já me sinto a ninja da madrugada.

Esse livro é bem bacana por trazer uma visão bem embasada das diferenças e desigualdade entre homens e mulheres em posições de liderança no mercado de trabalho.

No capítulo que li hoje, a Sheryl falava sobre como talvez não faça sentido pedir formalmente para alguém ser um mentor na nossa carreira (imagino que ela receba milhares desses pedidos). Que muito mais importante que ter uma hora por semana na agenda para falar com alguém, é conseguir endereçar questões relevantes, ter discussões ricas sobre decisões difíceis, em uma relação de mútuo benefício.

Isso significa que a mentoria pode estar muito mais no dia a dia do que se imagina, em interações rápidas e às vezes informais, porém significativas, onde os dois lados aprendem algo a partir de uma situação.

Lembrei o quanto tem sido importante pra mim, nessa fase de transição de carreira, poder ter a visão de pessoas que são como mentores pra mim, no sentido que a Sheryl conta — embora não exista uma relação formal e estruturada de mentoria.

Como o sono ainda não tinha chegado e os pensamentos continuariam a mil se eu simplesmente desligasse o abajur, decidi levantar e estudar um pouco.

Finalizando o curso de Behavioral Design

Estou na reta final do curso de Behavioral Design do Irrational Labs e aproveitei para dar uma espiada na última lesson, com uma visão mais ampla sobre atuação no mercado.

A Kristen Berman, cofundadora do lab com Dan Ariely e autora do curso, fala sobre aplicação de behavioral science em gestão de produto e propõe um contraponto aos Product Managers (PMs) tradicionais: os Behavioral Product Managers (BPMs). Tá aí uma função que gostaria muito de ver aparecendo nas empresas empenhadas em mudar para melhor o comportamento das pessoas.

Fica claro como, de fato, há um caminho longo a se percorrer para que as empresas comecem a pensar a gestão de produto para seres humanos reais, com suas irracionalidades.

Buscar compreender como tomamos decisões e um pouco de motivação e barreiras atreladas em nossos processos de cognição é essencial na gestão de produtos digitais. Na minha opinião, é o caminho pra influenciar mudança de comportamento que se traduz em valor percebido.

Me empolguei tanto com a extensa distinção que ela fez da postura dos PMs tradicionais e dos BPMs, que até enviei um email a ela perguntando se posso traduzir esses conceitos para o português e compartilhar com meus círculos por aqui. Se não rolar, pelo menos temos o conteúdo no Medium da Kristen (em inglês).

Bom, adivinhem? Nada de sono ainda.

Então acho que vou abrir meu Pocket e ler alguns artigos salvos. Quem sabe acabo vendo o dia raiar e até tomo café da manhã antes de voltar pra cama. Já que estou acordada mesmo, né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s