A estratégia que sigo para ser feliz com bitcoin

Uma estratégia pra ser feliz com bitcoin (ou qualquer outro ativo especulativo)

Você tem bitcoin?

Se sim, tenho certeza que passou as últimas semanas se perguntando se deveria vender ou comprar mais, quanto e quando.

A decisão de comprar e vender bitcoins envolve bastante risco e incerteza — fatores que podem acabar com a paz de qualquer um que não esteja acostumado (na verdade, mesmo dos que estão acostumados). A diferença entre risco e incerteza é a seguinte: risco é quando sabemos os possíveis resultados e a distribuição de probabilidades entre eles; incerteza é quando não temos como fazer nenhuma estimativa matemática do que vai acontecer.

No caso do bitcoin, tanto risco quanto incerteza estão envolvidos, mas pra simplificar vamos considerar que seja apenas como uma decisão sob risco. O risco é modelado, geralmente, por volatilidade histórica e outras variáveis. O bitcoin (e diversas outras criptomoedas) é tão volátil que, no limite, simplificando mais ainda, não acho exagero considerar que seu risco é perder todo o valor aplicado.

Histórico da oscilação do preço do bitcoin, em R$ (o gráfico é do Google)

Se você, assim como eu:

  • É só uma pessoa diversificando uma parte pequena do seu dinheiro com bitcoin (por favor, nunca use dinheiro que você vá precisar no futuro);
  • Não segue modelos de precificação, não tem uma estratégia especulativa sofisticada bem definida, nem quer se preocupar com isso;
  • Simpatiza com as criptomoedas e quer ganhar familiaridade porque acredita que o blockchain realmente é uma tecnologia que vai construir o futuro;
  • Não está fazendo operações alavancadas; e
  • Não tem expectativa de ficar rico com bitcoin, mas quer estar posicionado pra aproveitar uma graninha extra nos períodos de alta,

então vou compartilhar a estratégia que sigo pra aplicar em bitcoin e talvez faça sentido pra você também.

Pra lidar bem e ser feliz com as altas e baixas imprevisíveis do bitcoin, tento seguir um algoritmo: uma decisão que tomei uma vez e aplico sempre. Assim, não sofro ao ter que tomar uma nova decisão cada vez que o cenário muda. E as emoções ficam mais controladas, evitando fazer algo no impulso e me arrepender depois.

Algoritmo, na literatura de cognição e tomada de decisão, é uma regra ou procedimento metódico e lógico que assegura a resolução de um problema específico. É diferente de heurística, uma estratégia simples de pensamento que nos permite fazer julgamentos e resolver problemas de um jeito rápido, mas geralmente com maior propensão a erros do que usando algoritmos. Essas definições são do livro Psychology, do Myers e Dewall.

Voltando à minha estratégia/algoritmo pra ser feliz com bitcoin, é assim:

Tenho um valor x aplicado.

Quando esse valor é excedido para n, de modo tal que n>x, vendo nx a valor de mercado.

Dito simples: o principal, ou valor inicialmente aplicado, se mantém o mesmo desde sempre, sem correção nem nada. O que faço é resgatar os rendimentos.

Ou seja, o valor x, no meu caso, é o valor que decidi aplicar lá atrás, mas no seu caso poderia ser um valor arbitrário, como o saldo de bitcoin que você tem na sua carteira agora.

A execução desse algoritmo não é perfeita. É bem falha, na verdade. Compatível com o ser humano e não máquina que sou. Faço a conferência do saldo da exchange manualmente, em frequências totalmente irregulares. Quando o rendimento está só um pouquinho maior, não resgato pra evitar as taxas (não sei vocês, mas eu fico com raiva do lucro gigante da exchange; ou melhor, começo a pensar que gostaria de ser sócia da exchange). E muitas outras “falhas” de processo.

Talvez eu nem devesse, então, chamar minha estratégia de algoritmo. Mas a mensagem importante é a ideia de ter um if -> then, e do quanto isso é eficiente (pelo menos pra mim) pra lidar com a volatilidade do bitcoin de um jeito totalmente seguro para o meu bolso e para minha sanidade mental.

O valor resgatado, quando há, entra sempre como um extra no orçamento do mês, e é gasto com lazer. Já pagou vários Airbnbs por aqui, aliás.

Observe que eu não otimizo minhas decisões pra ter o maior retorno possível. Nem novos aportes eu faço. Só busquei uma forma de operar o valor que lá atrás decidi aplicar. É uma estratégia dentro da minha realidade, compatível com minhas prioridades na vida. Não fico pensando no “mas e se eu tivesse aplicado mais quando deu essa rampada histórica…”. Nem dou espaço pra “e se”.

Essa questão das prioridades e realidade de vida é o que julgo mais importante, sempre, pra tomar uma decisão assim. Vejo boa parte das pessoas acreditando que existe uma fórmula mágica, ou que um especialista vá ser capaz de dizer quando comprar, quando vender, quanto, a qual preço etc. Mas a verdade é que, pelo menos na minha opinião, diante de tanta incerteza — e zero vontade do meu lado de estudar bastante o tema — não há direcionamentos absolutos nem estratégias milagrosas para especular com bitcoin. Tudo depende do que é o seu foco, suas prioridades, o valor que você está disposto a colocar em jogo, e sua tranquilidade pra lidar com um ativo altamente arriscado.

É verdade que fiquei super feliz de ter feito alguns resgates nessas últimas semanas, com a alta histórica do bitcoin. Em meados de 2019 isso aconteceu também, durante alguns períodos de alta. Mas se for olhar meu saldo agora, já está bem abaixo daquele mesmo valor x de referência que apliquei inicialmente. Sem problemas. Meu algoritmo diz que, nesse caso, não devo fazer nada 🙂

A selfie que abre o texto eu fiz agora enquanto publicava, só para não ficar sem nenhuma imagem de capa, e com um super zoom porque não estava com roupas apropriadas. Hum, taí, esse pode ser um bom algoritmo para futuros textos sem foto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s