A estratégia que sigo para ser feliz com bitcoin

Uma estratégia pra ser feliz com bitcoin (ou qualquer outro ativo especulativo)

Você tem bitcoin?

Se sim, tenho certeza que passou as últimas semanas se perguntando se deveria vender ou comprar mais, quanto e quando.

A decisão de comprar e vender bitcoins envolve bastante risco e incerteza — fatores que podem acabar com a paz de qualquer um que não esteja acostumado (na verdade, mesmo dos que estão acostumados). A diferença entre risco e incerteza é a seguinte: risco é quando sabemos os possíveis resultados e a distribuição de probabilidades entre eles; incerteza é quando não temos como fazer nenhuma estimativa matemática do que vai acontecer.

No caso do bitcoin, tanto risco quanto incerteza estão envolvidos, mas pra simplificar vamos considerar que seja apenas como uma decisão sob risco. O risco é modelado, geralmente, por volatilidade histórica e outras variáveis. O bitcoin (e diversas outras criptomoedas) é tão volátil que, no limite, simplificando mais ainda, não acho exagero considerar que seu risco é perder todo o valor aplicado.

Histórico da oscilação do preço do bitcoin, em R$ (o gráfico é do Google)
Leia mais »